CMS para E-commerce; Escolha sabiamente

3

O surgimento de lojas online provou ser um ponto de virada para o setor de varejo. Tornou-se um dos meios poderosos para os varejistas mergulharem nos mercados globais, expandir sua base de consumidores e alavancar as vendas. Embora, considerado um dos meios mais eficazes, há casos em que os sites de comércio eletrônico falharam terrivelmente em fornecer os resultados pretendidos.

Freqüentemente, os especialistas do setor culpam a (má) escolha da plataforma CMS por uma loja de comércio eletrônico que falhou.

Determinar qual plataforma é mais adequada para suas necessidades é, de fato, uma tarefa hercúlea. Tornou-se bastante confuso, pois existe toda uma gama de plataformas disponíveis no mercado. Envolve imensa pesquisa e brainstorming para decidir qual plataforma pode atender às suas necessidades de negócios, da maneira mais eficaz.

Torna-se muito importante obter conhecimento completo de cada plataforma CMS (popular), aprender sobre seus pontos fortes e fracos, em detalhes, para que a seleção final esteja em sincronia com as necessidades do negócio.

Considere alguns dos fatores essenciais de um CMS, antes de zerar para uma plataforma CMS específica:

  • Preço – Ao escolher a plataforma CMS, a maioria das pessoas se concentra no ROI, portanto, eles se aprofundam nos planos de preços e tentam economizar onde e o que for possível. No entanto; esta prática dificilmente ajuda. Seguir algum plano de preços sem aplicar muito critério leva sua loja online a lugar nenhum. Certifique-se de levar em consideração fatores como "qual plataforma fornece mais recursos a taxas muito econômicas" antes de fazer a chamada final. Além disso, certifique-se de que esses recursos atendam a todos os seus requisitos de negócios.
  • Suporte – O suporte ao cliente excelente e de fácil acesso constitui um aspecto essencial para uma boa escolha de plataforma de comércio eletrônico. Caso você não esteja planejando contratar serviços de desenvolvedor web CMS para construir seu site, você precisará de suporte constante para solução de problemas. Certifique-se de que a plataforma selecionada oferece suporte gratuito 24 horas por dia, 7 dias por semana, por telefone, chat ao vivo ou e-mail.
  • Modelos – Um CMS que fornece uma variedade de designs personalizados é definitivamente uma ótima escolha. No entanto, certifique-se de que ele lhe dá a liberdade de personalizá-lo totalmente e se adapta facilmente às suas necessidades de negócios. Modelos personalizáveis ​​ajudam você a reduzir significativamente suas despesas, portanto; você também pode esperar um bom ROI!
  • Capacidade de resposta – Com os sites de comércio eletrônico se tornando móveis, a capacidade de resposta se tornou um dos fatores mais decisivos. Um site de comércio eletrônico definitivamente deve ser responsivo para permitir que as pessoas que usam dispositivos móveis comprem com facilidade. Uma plataforma que não fornece uma versão de site responsivo fornece motivos suficientes para procurar outro provedor de serviços.

Agora que estamos muito claros sobre os critérios de seleção para uma plataforma CMS. Vamos ter uma visão geral de algumas das plataformas mais promissoras que estão criando um burburinho tremendo na comunidade de web design.

WooCommerce

Lançado em setembro de 2011, o WooCommerce é apenas mais um plugin gratuito do WordPress. No entanto, com mais de 1,6 milhão de downloads em todo o mundo, ele forma uma fatia considerável do crescente mercado de comércio eletrônico. Esta plataforma de código aberto, fácil de usar e rica em recursos é uma excelente escolha, especialmente se você for uma startup. Ele fornece uma loja on-line sofisticada, atraente e intuitiva sem nem mesmo lhe custar um membro. Além disso, o WooCommerce oferece muito espaço para personalizar e ajustar a loja online a um nível em que você pode obter o máximo de exclusividade. Uma ampla variedade de temas responsivos fornece um imenso escopo para criar sites atraentes e responsivos para compradores móveis.

No entanto, uma coisa que vai contra o WooCommerce é a auto-hospedagem. Você precisa fazer esforços extras (e cuidado) ao procurar provedores de soluções de hospedagem para garantir que seu site gere os resultados desejados.

Visite o site WooCommerce

magento

Ao longo dos anos, Magento com suas soluções ricas em recursos, encontrou um lugar entre os principais players. Na verdade, com o lançamento iminente da versão avançada 2.0, Magneto está pronto para dominar o mundo do comércio eletrônico. Desde então, oferece amplas soluções para lojas de grande e médio porte; Magneto gosta de admiração em um espectro mais amplo.

Apesar de sua popularidade e serviços com muitos recursos, o Magento ainda é considerado uma plataforma projetada “por desenvolvedores para desenvolvedores". Não é nada amigável. Existem inúmeros recursos que precisam de conhecimento de codificação complexo. Desnecessário dizer que a contratação de um desenvolvedor profissional se torna uma obrigação, se você pretende obter uma loja online habilitada para Magento.

Além disso, a plataforma é mais pesada quando comparada com outras plataformas. Portanto, requer um servidor avançado e um enorme espaço em disco, além disso, pode afetar adversamente o tempo de carregamento do site de comércio eletrônico. Isso acaba prejudicando o desempenho geral do site.

Visite o site do Magento

Shopify

Uma solução de comércio eletrônico amplamente utilizada, o Shopify é admirado por gigantes do comércio eletrônico, proprietários de empresas de médio porte e comerciantes on-line locais. Na verdade, é amplamente utilizado por muitas startups, pois oferece planos econômicos (a partir de $ 29 por mês) e possui uma enorme coleção de modelos lindamente projetados.

No entanto, carece de alguns dos serviços e funcionalidades avançadas, o que não consegue atrair várias lojas maiores. Além disso; mesmo a página de checkout não oferece muitas opções personalizáveis.

A relação custo-benefício é definitivamente o lado mais brilhante do Shopify; no entanto, você precisa saber que precisa comprar alguns complementos e instalar aplicativos para estender suas funcionalidades. Além disso, você também tem que pagar uma quantia enorme como taxas de transação para usar o processador de cartão de crédito.

Certamente é a melhor escolha para uma pequena loja, pois oferece layout atraente e serviços fáceis de gerenciar sem qualquer ajuda externa.

Visite o site da Shopify

Bigcommerce

Muitos web designers notaram semelhanças entre Bigcommerce e Shopify. No entanto, o primeiro carece de liberdade de controle sobre a funcionalidade que o segundo oferece. Muito parecido com o Shopify, o Bigcommerce oferece serviços para empresas de vários tamanhos, de varejistas gigantes a empreendedores privados. Seus preços começam em torno de $ 30 por mês, o que também não está muito longe das taxas do Shopify.

Como o Bigcommerce é uma solução hospedada, é perfeito para uma start-up ou uma loja de pequeno porte. Além disso, com seu painel de administração limpo e descomplicado, é fácil até mesmo para uma pessoa que não entende de tecnologia gerenciá-lo.

Visite o site da Bigcommerce

Zen-CartName

Desde sua separação do OScommerce em 2003, o Zen Cart percorreu um longo caminho. Hoje, conquistou seu lugar entre os principais CMS. Um grande destaque desta plataforma gratuita são os inúmeros add-ons que são desenvolvidos ao longo de um período de tempo. Esses complementos podem ser facilmente baixados. Além de uma variedade de complementos, o Zen-Cart também oferece amplas opções de modelos. Além disso, conta com um excelente apoio da comunidade que vem para recuar em momentos desafiadores.

No entanto, sendo rico em recursos, o Zen-Cart geralmente sofre uma reação negativa devido a relatórios muito básicos que incluem produtos visualizados, produtos comprados e pedidos de clientes. Faltam relatórios detalhados e analíticos sobre o lucro obtido em cada produto, as margens de lucro gerais e as vendas por produto. Mesmo as atualizações e a integração de complementos são complicadas.

Visite o site Zen-Cart

DrupalName

Este CMS de código aberto é uma das plataformas mais populares e amplamente utilizadas para o desenvolvimento de lojas de comércio eletrônico. O Drupal é basicamente orientado para o desenvolvedor, portanto, oferece muito espaço para produzir sites mais avançados em comparação com outros CMS, como WordPress e Joomla. Além disso, o Drupal é a melhor escolha quando se trata de criar lojas avançadas com funcionalidade e versatilidade complexas.

Drupal é um CMS avançado que requer alguém com bons conhecimentos técnicos. Se você não possui uma equipe de desenvolvedores experientes, talvez não deva optar pelo Drupal. Além disso, instalar e gerenciar o Drupal não é uma brincadeira de criança. Requer um especialista para gerenciar uma loja baseada em Drupal.

Visite o site do Drupal

JoomlaGenericName

Este CMS de código aberto possui várias extensões para comércio eletrônico que permitem gerenciar os produtos e o conteúdo em um único local. Além disso, editar conteúdo em um site Joomla é muito mais fácil e não requer experiência. Mesmo uma pessoa não técnica pode editar e modificar o conteúdo. Além disso, o Joomla não é muito complexo, portanto você não precisa ser um desenvolvedor para entender e usar alguns de seus módulos intrincados.

Embora o gerenciamento de conteúdo seja mais fácil, a integração do design personalizado na loja Joomla requer um desenvolvedor. Além disso, possui um mercado muito pequeno para quaisquer módulos ou complementos adicionais. Portanto, se você estiver procurando por módulos adicionais para personalizar o site, o Joomla pode não ser a escolha certa.

Visite o site do Joomla

OScommerce

OsCommerce é um CMS gratuito que oferece um bom escopo para personalização de módulos. Além disso, permite ainda uma fácil integração dos módulos customizados dentro da loja. O OsCommerce oferece suporte a lojas multilíngues. Além disso, com um forte suporte da comunidade, garante uma solução rápida de problemas. Além disso; OsCommerce armazena conteúdo como arquivos de referência em formato de texto. Isso minimiza o risco de corrupção de arquivos.

OsCommerce é uma tecnologia antiga, portanto não há atualizações. Além disso, editar o código pode se tornar cansativo, se você for uma pessoa inexperiente e não técnica.

Visite o site OScommerce

Conclusão

Quer seja uma start-up com uma pequena loja ou uma loja online grande e estabelecida, pode utilizar qualquer uma das soluções acima mencionadas. No entanto; é recomendável que você considere o orçamento e pense se gostaria de pagar por um modelo apenas uma vez ou todos os meses. Pense também no que servirá ao seu propósito; uma plataforma hospedada ou auto-hospedada. Todas essas considerações e reconsiderações devem ser feitas antes de você escolher um CMS, porque alternar entre plataformas depois de configurar a loja online pode se tornar uma verdadeira bagunça. Portanto, use seu critério e escolha sabiamente!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação