10 escritores clássicos mais aclamados

12

A leitura de livros não se destina apenas a crianças, mas é igualmente agradável e benéfica para adultos; a leitura é considerada um alimento para a mente e não é, e não deve ser, limitada apenas ao nosso campo curricular. Cada era marca o seu início com um conjunto de escritores revolucionários, que têm um estado de espírito incomum e visões que funcionam como a pedra angular para toda uma nova geração de círculo literário. Mas, ainda assim, existem alguns escritores que mantêm sua importância indiscutível ao longo das épocas seguintes. Hoje vamos discutir 10 desses escritores clássicos que ainda são amplamente lidos e elogiados depois de tantos episódios de tempo e mudanças.

10 dos escritores clássicos mais aclamados:

1 William Shakespeare

Shakespeare é, provavelmente, o escritor clássico mais lido e celebrado dos tempos anteriores e posteriores; embora Shakespeare não fosse uma pessoa erudita, no sentido acadêmico, mas o gênio de seus escritos é por excelência. As tragédias de Shakespeare são algumas das melhores do mundo literário; além de um gênio da escrita, o que torna Shakespeare ainda maior intelecto é sua capacidade de se separar de si mesmo enquanto escreve. Ele é o único escritor cuja personalidade não se reflete em suas obras.

2 Christopher Marlowe

Marlowe é o contemporâneo de Shakespeare e embora se acredite que sua fama foi obscurecida por Shakespeare, Marlowe ainda consegue garantir seu lugar como um dos escritores clássicos muito aplaudidos. A razão? Seu drama mundialmente famoso ‘Dr.Faustas’ é contado junto com as melhores peças de arte literária; A vida, morte e até mesmo a respectiva peça de Marlowe são cercadas de inúmeras controvérsias. Os detalhes absolutos da magia na peça e a misteriosa morte de Marlowe estão interligados, enquanto o drama é considerado sua autobiografia.

3 Charles Dickens

Além de ser um escritor infantil altamente qualificado, Dickens é igualmente um escritor clássico influente; Dickens contribuiu igualmente para a literatura destinada aos adultos. Alguns de seus livros mais famosos são ‘Great Expectations’, ‘Tale of the Two Cities’ e ‘Oliver Twist’ Dickens foi um daqueles escritores que teve que lutar para subir do fundo do poço, ele pertencia a uma família pobre e sua condições miseráveis ​​são retratadas em seu romance autobiográfico "Great Expectations".

4 Jane Austen

Jane Austen é a mais famosa das escritoras, além das Irmãs Bronte e Mary Shelley; Austen também é considerada uma escritora doméstica, pois seus romances giram em torno dos temas familiares de uma família com um ou mais filhos, de preferência filhas, e os assuntos relacionados ao casamento e outras reuniões sociais. Alguns de seus romances mais famosos são ‘Orgulho e Preconceito’, ‘Emma’, e sua alegre paródia gótica ‘Abadia de Northanger’. Os romances de Jane Austen também são famosos por suas limitações moralistas; nenhum de seus trabalhos ignorou a veia didática nele.

5 Virginia Woolf

Virginia Woolf é a primeira escritora a usar o recurso literário de “fluxos de consciência em suas obras; seu ‘Para o Farol’ e ‘Sra. Dalloway ‘são os principais exemplos da técnica e também a principal causa de sua fama. Woolf era um indivíduo emocionalmente instável, o que muitas vezes se reflete em seus romances e dá à sua escrita uma característica distinta própria. Os romances de Woolf não contêm uma quantidade significativa de diálogos ou mesmo conversas cara a cara entre os personagens, ao invés, toda a história se projeta através da agitação mental dos personagens.

6 George Bernard Shaw

Shaw é um escritor conhecido por suas visões feministas não convencionais das mulheres como seres individuais e independentes; em vez de mostrar mulheres em papéis subjugados, as obras de Shaw são repletas de mulheres corajosas e heróicas. Seus ‘Candida’, ‘Major Barbara’, ‘The Doll’s House’ e ‘Pygmalion’ são alguns de seus escritos tendo mulheres em posições de liderança e em igualdade de condições com os homens.

7 George Orwell

George Orwell é conhecido como um escritor futurista devido às ideologias remotas apresentadas em seus livros; ao contrário de qualquer escritor, Orwell não escreveu sobre o mundo contemporâneo que o cerca, mas suas obras refletem sobre os resultados perceptivos das crenças que as pessoas sustentam em relação às revoluções. Seus ‘Animal Farm’, ‘1987’ e ‘Homage to Catalonia’ são considerados algumas das melhores peças da literatura e contêm os finais destrutivos até mesmo das mais construtivas convulsões.

8 William Golding

William Golding é um grande romancista simbólico e é conhecido por sua fabricação magistral de símbolos em seus romances; As obras de Golding tratam principalmente da degradação moral e social do homem e da sociedade. ‘Lord of the Flies’ é um romance fundamentalmente emblemático; o romance representou uma pequena ilha com um bando de meninos de escola perdidos e sua transformação gradual da outrora bela ilha em um pedaço de terra destruído. O romance é escrito em um cenário de guerra e mostra a ilha e a sociedade tirânica nela formada como um microcosmo do mundo adulto real.

9 DH Lawrence

Os escritos de DH Lawrence são as implementações literárias da teoria da psicanálise do complexo edipiano de Freud; Lawrence ficou extremamente impressionado e influenciado por sua mãe e uma testemunha do casamento malsucedido de seus pais. Sua mãe era membro da sociedade conservadora de classe média, enquanto seu pai pertencia à classe trabalhadora mais baixa, esta fenda social não deixou seu relacionamento intacto e causou um profundo dilema enraizado entre eles. Seu conto ‘Odor de crisântemos’ e o romance ‘Filhos e amantes’ exploram o respectivo tema psicológico, enquanto seu ‘Mulheres apaixonadas’ é baseado na tensão sexual entre os personagens.

10 Irmãs Bronte

Charlotte e Emily Bronte são duas das escritoras mais lidas e conhecidas; embora inicialmente ambos, juntamente com sua terceira irmã Anne Bronte, publicassem seus trabalhos sob pseudônimos, o que era bastante conveniente, já que as escritoras não eram incentivadas durante sua época. As irmãs Bronte são famosas por sua imaginação vívida e rica e introversão desenvolvida como resultado de sua habitação solitária na vila de Yorkshire. Suas famosas obras-primas ‘O Morro dos Ventos Uivantes’ e ‘Jane Eyre’ são reconhecidas como duas das melhores obras de duas das escritoras mais proeminentes.

Fonte de gravação: www.wonderslist.com

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação