Os 10 melhores chutes livres da história da Premier League

18

Com a Copa do Mundo FIFA 2014 quase na metade, o próximo maior e mais aguardado evento é a Barclays Premier League 2014-2015. Esta é de fato a liga de futebol mais assistida de todos os tempos, com aproximadamente 643 milhões de lares em 212 países que recebem transmissões ao vivo, dando a ela uma audiência mundial potencial total de cerca de 5 bilhões. Ao longo da história desta incrível liga, ela teve mais de 1430 jogadores estrangeiros de 97 países ao redor do mundo combinando com seu público global nas arquibancadas. Tendo em mente os fatos e as estatísticas, também devemos estar atentos aos jogadores e sua contribuição para que seja tão bem sucedido e o melhor do mundo. Aqui estão os dez melhores cobranças de falta da história da Premier League.

10 Thierry Henry – (Arsenal) vs Newcastle

O grande Henry é conhecido por seus gols extravagantes ao longo de sua carreira como jogador de futebol de nível mundial. Em 18 de novembro do ano de 2006, no estádio Emirates, em Londres, durante a FA Premiership, ele marcou mais um belo gol que foi um livre contra o Newcastle. Embora os Gunners não tenham vencido, foi um empate após o gol de Kieron Dyer. Aos 70 minutos, Henry cobrou falta e acertou na trave da esquerda, conseguiu cruzar a linha e entrou direto para o fundo da rede. Você veria que o goleiro nunca teria sido capaz de salvar isso, tornando-se um dos melhores chutes de falta da história da Premier League.

9 Matt Le Tissier – (Southampton) vs Wimbledon

No ano de 1994, um futebolista inglês extremamente talentoso, que marcou muitos gols incríveis, conseguiu marcar um dos seus mais fantásticos até hoje. Uma lenda completa, Matt Le Tissier foi um jogador único que fez o futebol parecer tão fácil apenas com a ajuda de suas táticas habilidosas. Este gol incrível foi uma cobrança de falta de 20 jardas que deixou todos os espectadores maravilhados. Jim Magilton devolveu a bola para Tissier, que ergueu a bola casualmente e chutou direto para a esquerda da rede. Este era um daqueles objetivos que não podiam ser interrompidos, mas a lenda fazia parecer que ele estava praticando. Este golo é bem recordado e deu-lhe o nome de “Le God" no St Mary’s Stadium.

8 John Arne Riise – (Liverpool) vs Manchester United

É nesses momentos, quando há confrontos entre rivais em meio a um clássico derby, que esses gols contam. Este objetivo leva-nos de volta ao ano de 2001, quando o Liverpool venceu a Taça UEFA. John Arne Riise, o talentoso, conseguiu marcar um gol de falta impressionante contra os Red Devils. Os Reds saíram na frente na primeira parte do jogo, mas conseguiram conquistar uma cobrança de falta na direita, apenas nos últimos seis minutos. Hamann jogou a bola para a esquerda, o que deu a Riise a chance de chutar até o canto superior direito de Barthez, dobrando os gols e mudando o placar para 2-0. Este foi um gol espetacular, mas importante, que você pode ver no vídeo acima, pois ajudou na vitória do Liverpool por 3-1.

7 Cristiano Ronaldo – (Manchester United) vs Portsmouth

E como poderíamos perder a estrela portuguesa? Ele é definitivamente um talento natural quando se trata de cobranças de falta e tem sido durante seus dias no United e ainda é agora no Real Madrid. No ano de 2008, quando o Manchester United saiu com o título da Liga dos Campeões, os Red Devils estavam jogando contra o Portsmouth, em Old Trafford, que conquistou a FA Cup no mesmo ano. Foi a 30 de Janeiro que o famoso CR7 marcou o brilhante pontapé-livre de 30 jardas que o colocou nesta lista. Ele abriu o placar com 9 minutos de jogo e cobrou uma falta apenas 3 minutos depois. A bola passou direto e caiu no canto esquerdo de David James, que ficou parado. Este é definitivamente um dos melhores chutes de falta da história da Premier League.

6 Patrik Berger – (Liverpool) vs Manchester United

Junto com a superestrela Riise, havia outro jogador do Liverpool que marcou um goleador contra o United. Em março de 2000, o goleiro do Manchester United Raimond Van Der Gouw testemunhou o Apocalipse que foi criado pelo chute livre de Berger. Foi aos 27 minutos que um remate imparável foi disparado pelo famoso médio com o pé esquerdo, a 30 metros do poste, do lado direito da área. A bola foi enviada para o canto esquerdo inferior do poste do Manchester United. Este foi realmente um livre clássico pelo qual Berger ainda é lembrado, até hoje.

5 Maynor Figueroa – (Wigan) vs Stoke

Não é irritante quando você está pronto para assistir a uma partida e animado com isso, mas nada emocionante acontece? Mas você não adora quando, do nada, o jogo vira? Em 2009, o Wigan empatou com o Stoke por 2 a 2 fora de casa, mas graças a um gol incrível de Figueroa, esse jogo será sempre lembrado. Até hoje é considerada como meta da temporada 2009-2010. O habilidoso zagueiro marcou de forma absolutamente bela em uma cobrança de falta no meio do campo, que os colocou na frente. O goleiro do Stoke defendeu um pênalti na mesma partida, mas não conseguiu impedir que este entre.

4 Christian Ziege – (Tottenham) vs Arsenal

E qual poderia ser a melhor maneira de começar o famoso Derby do norte de Londres? No ano de 2002, em Whitehart Lane, o Internacional Alemão fez um gol incrível a 30 metros de distância, aos 11 minutos de jogo. David Seamen definitivamente não viu isso chegando. Foi uma bola curva impressionante que foi enviada para o canto superior da rede. Apesar de não ter vencido o jogo e ter ficado com um empate em 1 a 1, graças a uma cobrança de pênalti do Pires, este golaço de Ziege foi um dos mais lembrados na história da Premier League.

3 Michael Tarnat – (Manchester City) vs Blackburn

E aqui temos mais um internacional alemão a fazer parte desta lista das melhores cobranças de falta. Em agosto de 2003, durante a partida contra o City e o Blackburn, Tarnat conseguiu fazer um gol extremamente estiloso, o primeiro de muitos outros. Ele estava a aproximadamente 40 jardas quando decidiu se dar tempo suficiente para correr e lançar um foguete estrondoso indo até a rede do Rover atordoado. Este chute incrível foi direto para o canto direito inferior e foi um gol muito importante para o Manchester City, que se recuperou com uma vitória por 3-2.

2 Cristiano Ronaldo – (Manchester United) vs Blackburn

E é o grande CR7 mais uma vez. É comum para uma equipe, ao receber uma cobrança de falta da esquerda, o jogador pensa em cruzar a bola, mas Ronaldo não é o mesmo. Um ano depois de vencer a Liga dos Campeões, o Manchester United enfrentou o Blackburn em sua casa. Foi Rooney quem abriu o placar com um stunner aos 23 minutos. O placar foi então igualado pelo atacante Roque Santa Cruz. No entanto, durante a segunda parte deste jogo, o United recebeu uma cobrança de falta do lado esquerdo, mesmo à entrada da área. Ronaldo chutou com o pé direito e mandou a bola desviar para a rede, passando por Paul Robinson, direto para o canto esquerdo superior. Este golo deu ao United mais uma vitória.

1 David Beckham – (Manchester United) vs Everton

E como o gol número 1 poderia não pertencer ao próprio rei? Sim, o melhor tiro livre já marcado na história da Premier League pertence a ninguém menos que [David Beckham] (https://inform.click/pt-pt/dez-principais-celebridades-inspiradoras-com-doencas/"10 celebridades inspiradoras com doenças"). Este foi um jogo fora de casa frente ao Everton, onde já estava na frente graças a um golo de Kevin Campbell. Mas não muito depois, o United recebeu uma cobrança de falta poucos minutos antes do apito do intervalo. O goleiro do Everton ficou do lado direito da trave e colocou sua parede do lado oposto. Mas o capitão foi mais esperto do que apenas alguns segundos antes de poder atirar, ele atraiu Wright para o lado oposto, mas atirou no canto superior esquerdo da rede. Este remate de Beckham não foi apenas surpreendente, mas foi puro brilhantismo e genialidade, que provou que Beckham é um dos maiores jogadores de futebol do mundo.

Fonte de gravação: www.wonderslist.com

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação