Mais de 85.000 jogadores de Battlefield 2042 assinam petição exigindo reembolso total

7

Uma batata quente: Uma petição do change.org exigindo que a Electronic Arts conceda aos compradores insatisfeitos do Battlefield 2042 um reembolso total obteve mais de 85.000 assinaturas até o momento. A petição, que foi criada há cerca de um mês, mas só começou a ganhar força recentemente, afirma que a EA e a DICE não cumpriram muitas promessas feitas antes do lançamento e lançaram um jogo "não jogável".

De acordo com seu criador, o jogo custou aos consumidores milhões de dólares em danos e incomodou milhares de clientes. Além do mais, a pessoa alega que um dos melhores advogados de ações coletivas do país levaria o caso contra a EA se a petição tivesse pelo menos 50.000 assinaturas.

Os jogadores têm todo o direito de ficar chateados com a EA, pois o Battlefield 2042 foi lançado com uma infinidade de bugs e recursos ausentes. Ele rapidamente subiu nas fileiras do Steam Hall of Shame e atualmente é classificado como o 12º pior jogo da plataforma.

Fawzi Mesmar, chefe de design da DICE, saiu logo após o lançamento do jogo, mas insistiu que sua saída foi planejada com antecedência. Uma grande reorganização na EA e na DICE se seguiu, e logo depois surgiram rumores sugerindo que a EA estava considerando tornar o jogo gratuito para jogar em resposta à reação.

Os sucessos continuaram chegando, no entanto, como foi revelado no início deste mês que a primeira grande queda de conteúdo do jogo, um passe da primeira temporada, estava sendo adiada para o verão. Nesse ínterim, o desenvolvedor continuará trabalhando na correção de problemas principais e deve ter o próximo grande patch pronto em março.

Fonte de gravação: www.techspot.com

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação